5 coisas que as seguradoras precisam saber para se preparar para o Open Insurance
29 de setembro de 2021

5 coisas que as seguradoras precisam saber para se preparar para o Open Insurance

Por i4pro
tempo de leitura ...min.

Até o final de 2022, o compartilhamento de dados entre seguradoras estará plenamente implantado no Brasil, criando o primeiro ambiente de Open Insurance do mundo. É uma mudança histórica sob qualquer ponto de vista e precisa ser trabalhada como tal. Conheça 5 informações-chave que toda empresa do setor deve ter para sair na frente na corrida do Open Insurance:

  1. Veio para ficar

As empresas que veem o Open Insurance como um obstáculo regulatório passageiro vão cair na perigosa zona dos que estão presos ao passado. Especialistas e mercados de todo o mundo apontam o Open Insurance como o ecossistema do futuro, que tende a ganhar cada vez mais força com a capilarização do 5G e da Internet das Coisas.

  1. Mais do que modernizar, é preciso inovar

Além de criar um ecossistema mais transparente o Open Insurance acelera o processo de transformação digital do mercado seguradora, e estar em dia com os sistemas tecnológicos mais avançados é cada vez mais crucial para desenvolver novos modelos de negócio e diversificar a cesta de produtos, pré-requisitos para se destacar no cenário do Open Insurance. A hora de buscar parceiros com conhecimento do  mercado e capacidade técnica de entrega é agora.

  1. É necessário estar preparado para oferecer produtos diferenciados

O acesso aos dados de todos que buscam um produto de seguro e/ou capitalização vai permitir que sua empresa possa preparar uma proposta mais atraente para todos os clientes disponíveis. Ocorre que a concorrência estará fazendo a mesma coisa. Desde já, é preciso estar pronto para oferecer soluções cada vez mais personalizadas, a fim de atrair e fidelizar clientes que precisam ser atendidos com excelência em toda a sua cadeia de negócios.

  1. A segurança continua sendo fundamental

A inserção de dados de clientes, apólices e produtos no ecossistema do SRO (Sistema de Registro de Operações) será feito por registradoras homologadas pela Susep. Ter ao seu lado uma registradora com os mais altos níveis de segurança de dados, com conhecimento do mercado segurador e com soluções tecnológicas de ponta a ponta  será vital para qualquer seguradora.

  1. A i4pro tem soluções integradas para todos esses desafios

Com 16 anos de experiência no desenvolvimento de tecnologia para o setor de seguros, a i4pro tem um vasto portfólio de produtos modulares e interligados, capazes de preparar sua empresa para a competitividade e o dinamismo necessários para se sobressair no novo cenário que se apresenta.

Além disso, como a única registradora especializada em seguros, homologada pela Susep,  a i4pro desenvolveu o InPolicy, a plataforma de registro de operações com os mais rígidos controles de segurança e governança de dados do mercado.  O InPolicy possui relatórios de conciliação de dados registrados, possibilita a extração dos registros oficiais e dos quadros estatísticos para validação das informações. Os registros de operações são realizados por meio de APIs autenticadas via Certificado Digital, com conexões criptografadas.

Agende uma demonstração www.i4pro.com.br/contato#form-agendar e esteja pronto para o futuro.

i4pro. Seguro pode ser simples.

Veja também

Usamos cookies para melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.